Uma vez outra

UMA VEZ OUTRA A literatura primeiro aprendi eu um pouco olhando o céu e o rosto no espelho, um falso rebanho mansos pastando nuvens zonzas de azul redondo o vento a sorte soprando a bel-prazer os encantos a literatura se deu assim sem sustos um dia primeiro. Então o fluxo a pedra a planície o […]

Privacy Preference Center