Arquivos de Autor: francegripp

Dama da Noite

Dama da Noite Praça molhada, ao meio do instante instaura o invólucro do verso. Inversão, para a fluida manhã. Chove muito. Folhagens, linguagens, variações da intimidade exterior. Ruídos de ventos, em árvores e arbustos cedem ritmo, ao coral da musa aquosa que cai. Choram de charme, as verduras e brancuras do cenário. A dama da […]

Privacy Preference Center